A Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) e a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) realizaram nesta sexta-feira, 29/04, o Webinário "Lançamento das Diretrizes Estaduais da Linha de Cuidado da Disfunção Temporomandibular na Rede de Atenção à Saúde Bucal/ SUS-MG", que teve como objetivo lançar o caderno de mesmo nome, em formato e-book, com as diretrizes. A publicação tem o selo da Editora ESP-MG e foi produzida em parceria com a Coordenação Estadual de Saúde Bucal. Para acesso ao e-book, clique aqui.

A elaboração da publicação foi pensada a partir do contexto de criação da Política Estadual de Saúde Bucal – Sorria Minas, lançada em 2021 por meio da DELIBERAÇÃO CIB-SUS/MG Nº 3.567, que tem como um de seus objetivos a ampliação do acesso às ações e serviços de saúde bucal no estado de Minas Gerais, de forma integral e equânime.

O e-book apresenta um consolidado de revisão de literatura recente, que aborda o conceito de rede de atenção à saúde e considerações gerais sobre a Disfunção Temporomandibular (DTM), fazendo uma conexão entre a organização dos processos de trabalho da Rede de Atenção à Saúde Bucal (RASB) e as especialidades da linha de cuidado da DTM.

Sua construção levou em consideração a alta prevalência da DTM na população mineira e a necessidade de estruturação e modelagem da Rede de Atenção da Saúde Bucal (RASB-MG) para esta linha de cuidado, visando dar respostas adequadas às necessidades da população.

Mesa de abertura

A Subsecretária de Políticas e Ações de Saúde da SES-MG, Camila Moreira de Castro, comentou que o seminário foi pensando para lançar o caderno com as diretrizes estaduais e da institucionalização dessas diretrizes, expressando o compromisso da SES com a saúde bucal da população mineira. "Essas diretrizes estão sendo entregues em um momento muito oportuno, tendo em vista que as disfunções temporamandibulares podem ser consequências do estresse e da ansiedade que acometem as pessoas, especialmente nos últimos anos, com a Covid 19. A literatura tem apontado um aumento da prevalência da ansiedade e do estresse na população. Então, essa linha de cuidado aparece como um desafio que a Secretaria tomou para si e reforça nosso compromisso com o acesso e produção do cuidado à saúde bucal ofertada à população", enfatizou.

A coordenadora de promoção, cuidado e vigilância em Saúde da ESP-MG, Gisele Tófoli, destacou a importância da parceria histórica entre ESP e a coordenação de saúde bucal e comentou que a publicação desse e-book é mais um dos resultados positivos desta parceria.

Já a Coordenadora de saúde bucal da SES, Jacqueline Santos, enfatizou que as diretrizes foram construídas de forma coletiva por parceiros internos e externos, em um processo de trabalho colaborativo. Em sua fala, ela também informou que a DTM tem prevalência de 33% na população adulta, acometendo especialmente as mulheres, com mais de 40 anos e que desses casos, 15,6% necessitam de tratamento.

Na Mesa de abertura também estiveram presentes, o Conselheiro estadual de saúde e trabalhador da odontologia, Glayson Silva Barbosa, representando o conselho. A primeira Secretária do conselho de secretarias municipais de saúde, Sandra Fernandes. A Secretária da sociedade brasileira de disfunção temporomandibular e dor orofacial, Camila Megale e o presidente do conselho regional de odontologia de Minas Gerais, Raphael Castro Mota.

Debates

O Webinário contou com a contribuição de profissionais da área de saúde, que abordaram a temática, a partir de perspectivas distintas, porém complementares e relevantes para o tratamento da DTM.

A Coordenadora de Saúde Bucal da SES-MG, Mestre e Doutora em Odontologia e Saúde Coletiva pela UFMG, Jacqueline Silva Santos, falou da estruturação da rede e competências dos pontos de atenção.

Já o impacto assistencial da atuação multiprofissional e transdisciplinar no cuidado à DTM na RAS/SUS-MG foi tratado pela Especialista em Saúde Coletiva e Saúde da Família pela Associação Brasileira de Odontologia /Seção Minas Gerais e técnica da coordenação de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde/SES-MG, Waleska Aparecida Vianna de Rezende e também pela Mestre em Enfermagem pela UFMG e Diretora de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas/SES-MG, Lírica Salluz Mattos Pereira, que também falou sobre a integralidade do cuidado, pois os usuários da saúde mental precisam ter um olhar atento para a saúde bucal.

O Especialista em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial e Coordenador da Comissão de Saúde Pública da Sociedade Brasileira de Dor Orofacial, Roberto Pedras apresentou sobre a importância do Cuidado Compartilhado entre a atenção primária à saúde (APS), a Atenção Especializada Ambulatorial e a Atenção Especializada Hospitalar. As exposições e as discussões foram mediadas pela Mestre em Enfermagem pela UFMG e trabalhadora da ESP-MG Ludmila Brito e Melo Rocha.

>O webinário está disponível, na íntegra, no canal do youtube da Escola:
youtube.com/escolasaudepublicamg
Para fazer download do e-book, clique aqui: https://bit.ly/CadernoDiretrizesDTM_ESP-SES-SUS-MG

Por Vívian Campos - Ascom/ESP-MG

Enviar para impressão