Na manhã dessa sexta-feira (24), a Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) entrou em ritmo de folia. Após a tradicional aula de Lian Gong, realizada pelo Centro de Saúde Oswaldo Cruz (CSOC) no Jardim de Inverno da Unidade Sede, os usuários e os trabalhadores da instituição participaram de um animado “Grito de Carnaval”, uma alternativa para fugir da rotina e confraternizar no melhor espírito da tradicional folia.

Para Cecília Chaves, farmacêutica do Núcleo de Saúde da Família (NASF) e instrutora do Lian Gong, as datas festivas são importantes nas atividades com os usuários. “Não deixamos passar, pois isso é muito importante para eles já que muitos não comemoram em outros lugares. Eles ficam na expectativa, já perguntando se vai ter o Carnaval e isso é muito bom, eles são muitos animados” explica.

No meio das serpentinas, purpurinas e máscaras coloridas, o Jardim de Inverno da Escola se encheu de memórias de tempos antigos, daqueles que já viveram muitos Carnavais.

Cleusa Lúcia Alexandre (67), é filha de um dos criadores do tradicional Bloco dos Sujos, de Nova Lima, sua cidade natal, e conta que sente falta das brincadeiras simples da infância, e que busca resgatar isso no Carnaval de Belo Horizonte.

“O meu pai era operário de uma mina, e no dia de Carnaval ele e os outros operários tinham que trabalhar. Então, quando saíram do serviço, eles pegaram os instrumentos e saíram sujos e tocando pelas ruas. Assim surgiu o Bloco dos Sujos, e isso me marcou muito” relembra.

Para Marília Sueli (70), o melhor momento para aproveitar o Carnaval é agora. “Na minha época nós tínhamos que fugir para poder pular porque nossos pais não gostavam muito e não nos deixavam participar, mas, ainda sim, eu sempre adorei. Todo ano é uma beleza, a Cecília é muito animada e para nós, da terceira idade isso é um achado’, comemora.

Lian Gong

Todas as quartas e sextas-feiras a ESP-MG, recebe os usuários do CSOC para a prática milenar do Lian Gong, que integra as atividades de prevenção, promoção e recuperação da saúde como um todo, tendo um importante papel no Sistema Único de Saúde (SUS), na Atenção Básica.

Para Cecília, a atividade tem fundamental importância na saúde física e mental, tanto da pessoa idosa quanto do adulto.

“Eu escuto muitos relatos de pessoas que usavam muitos medicamentos para dor, depressão, e em longo prazo o Lian Gong ajuda a melhorar isso, a pessoa se sente mais feliz com ela mesma. É ótimo também para as pessoas se socializarem, muitos moram sozinhos longe da família, de amigos e aqui eles encontram um lugar acolhedor para fazer novos amigos, o que é muito importante para a saúde em geral”, explica.

A farmacêutica destaca ainda que depois que as aulas passaram a ser na ESP-MG, o grupo teve uma melhora significativa. “Eles se sentiram bem recebidos e isso faz toda a diferença”, diz animada.

Esse foi terceiro Grito de Carnaval da turma do Lian Gong e o primeiro realizado na Escola.

Confira aqui as fotos do Grito de Carnaval.

Por Débora Souza - Estagiária de jornalismo (ASCOM-ESPMG)