Na última sexta-feira (17), a Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG) promoveu o seminário "Gestão do SUS em tempos de crise", com a participação de Ligia Bahia, doutora em Saúde Pública pela Fundação Oswaldo Cruz e docente da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e de José Ângelo Machado, doutor em Ciências Humanas e docente da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A atividade foi o terceiro seminário do curso de Especialização em Saúde Pública, que aborda temas do campo da saúde pública e dos desafios da gestão do Sistema Único de Saúde (SUS) nos tempos atuais.

José Ângelo, que já foi trabalhador e aluno da ESP-MG, destacou em sua fala sobre “Desafios nas relações intergovernamentais no SUS”, três dilemas que são fundamentais na prática para a discussão de uma possível “refundação” do sistema público de saúde, como as desigualdades ou assimetrias entre os governos locais, a gestão dos serviços de maior complexidade tecnológica e a eficácia para lidar com problemas ou interesses contrários ao SUS em âmbito nacional.

Relação público x privado

Lígia Bahia, iniciou sua fala emocionada ao suceder o palestrante José Ângelo Machado, filho de Francisco de Assis Machado, o Chicão, sanitarista mineiro que participou ativamente dos movimentos de Reforma Sanitária no Brasil e seu amigo pessoal.

Ela abordou em sua fala a relação entre o público e o privado no setor da saúde no Brasil, que em sua visão é uma das grandes dicotomias que organizam nossa compreensão do mundo, desde sempre, são as esferas público x privado.

>> Confira as fotos da atividade

Por aproximadamente duas horas,  Lígia discorreu sobre exemplos de países pelo mundo onde o público conseguiu se impor sobre o privado, sobre as graves consequências de permitir que a saúde seja guiada pelo mercado e incentivou os alunos de especializações da ESP-MG a se abrirem para discussões com pessoas favoráveis a privatização da saúde, segundo ela, só assim é possível evitar um “consenso vazio” e deixar que a debate realmente aconteça. “Por isso a importância de estarmos em um espaço da Escola para debater sobre a mercantilização da saúde, porque são vocês os responsáveis para pensar nessas soluções”, intimou.

Ampla participação

Além dos participantes no auditório da Unidade Sede e duas salas de apoio com transmissão em tempo real do seminário, o evento também foi transmitido ao vivo pelas redes sociais, como parte das estratégias da ESP-MG em democratizar suas ações para o público.

Leonardo Torres Vasconcelos, aluno da 2ª turma do curso de Especialização Comunicação e Saúde acredita que “papel de um profissional da saúde e comunicação é principalmente estabelecer uma linha de raciocínio e pensamentos, e depois dissipar esses saberes para que a gestão possa continuar seguindo e a população tenha acesso a todas as possibilidades do SUS”, disse.

Juliana Marinho, assessora técnica do departamento de Saúde da Associação Mineira de Municípios (AMM), teve conhecimento do evento pelas redes sociais e se interessou pela temática. “Eu achei ótimo, esse seminário trouxe para nós uma melhor visão das alternativas de melhoria para o SUS nesse momento tão difícil que estamos vivendo”, comentou.

O secretário da Mesa Estadual Permanente de Negociação do SUS, Roges Carvalho, também esteve presente e comentou sobre pontos que precisam ser focados. “O evento traz algumas informações importantes, como é óbvio que queremos a saúde ser 100% SUS, mas há vários pontos que precisam ser trabalhados, como a judicialização, a privatização”, disse.

O seminário contou com a participação dos alunos das especializações em Saúde Pública e Comunicação e Saúde, como também de trabalhadores e gestores do SUS de Belo Horizonte, Betim, Betim, Cláudio, Curvelo, Ipatinga e Ouro Preto, estudantes de várias instituições de ensino superior dos cursos de Medicina, Enfermagem, Nutrição, Psicologia, Serviços de Saúde e de representantes de outras instituições públicas e privadas.

Assista as palestras do seminário "Gestão do SUS em tempos de crise" pelo canal da ESP-MG no Youtube: https://youtu.be/3UAV-J_Wc34

Veja aqui as fotos da atividade 

Por Débora Souza e Leíse Costa (Estagiárias de Jornalismo ASCOM/ESP-MG)