Caso tenha interesse na íntegra da pesquisa, favor solicitar pelo e-mail pesquisa@esp.mg.gov.br

Título: A Qualificação em Ações e Serviços de Saúde em uma Escola de Saúde Pública da Região Sudeste, no período de 2012-2013: Um Estudo de Caso Projeto fomentado pela Fapemig, em fase inicial de desenvolvimento

 

Autores:  Marilene Barros de Melo - Superintendente de Pesquisa - Pesquisadora Responsável
Ana Flávia Quintão Fonseca  - Coordenadora Executiva de Pesquisa
Cleinir de Souza Gomes - Pesquisadora
João Paulo Ache de Freiras Filho - Pesquisador
Juliana Lúcia Costa Santos - Pesquisadora
Luciana Souza d'Ávila - Pesquisadora
Lucília Nunes de Assis-Pesquisadora
Maria José Nogueira - Pesquisadora

 

Título: Análise das ações do  Programa de Educação Permanente (PEP) dos médicos de família da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais/SES-MG, no período de 2008 a 2012.

 

Autores:  Marilene Barros de Melo - Superintendente de Pesquisa - Pesquisador Responsável
Ana Flávia Quintão Fonseca  - Coordenadora Executiva de Pesquisa
Juliana Lúcia Costa Santos - Pesquisadora
Luciana Souza d'Ávila - Pesquisadora
Lucília Nunes de Assis-Pesquisadora
Maria José Nogueira - Pesquisadora
Raquel Aparecida Ferreira - Pesquisadora

 

Título: Avaliação das Implicações do Programa de Qualificação e Desenvolvimento Profissional para Agente Comunitário de Saúde no Âmbito da Comunidade Projeto fomentado pela Fapemig, em fase final de desenvolvimento

 

Autores:  Marilene Barros de Melo - Superintendente de Pesquisa - Pesquisador Responsável
Ana Flávia Quintão Fonseca  - Coordenadora Executiva de Pesquisa
Cassia Regina de Araújo – Pesquisadora
Cleinir de Souza Gomes - Pesquisadora
João Paulo Ache de Freiras Filho - Pesquisador
Rose Ferraz Carmo - Pesquisadora

 

Título: Leishmaniose tegumentar na comunidade indígena Xakriabá: estratégias para a adequação do serviço de saúde, prevenção e controle da doença Projeto fomentado pela Fapemig: Edital PPSUS demanda induzida, em fase inicial de desenvolvimento e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico   (CNPq) Desenvolvido em parceria com o Centro de Pesquisas René Rachou

 

Pesquisadores:

 

Escola de Saúde Pública de Minas Gerais
Superintendência de Pesquisa
Marilene  Barros de Melo – Superintendente de Pesquisa
Ana Flávia Quintão Fonseca – Coordenadora Executiva de Pesquisa
Raquel Aparecida Ferreira
Juliana Lúcia Costa Santos
Allan Alcântara Coelho - estagiário
Superintendência de Educação
Michely de Lima Ferreira Vargas

 

Centro de Pesquisas Renè Rachou
Andréia Teixeira de Carvalho – pesquisadora
Luciana Inácia Gomes – pesquisadora
Eduardo de Castro Ferreira – pós -doutorando
Patrícia Flávia Quaresma – doutoranda
Eloíza Gonçalves Antônio – doutoranda
Janaína Moura Freire – médica infectologista e mestranda
Helbert Antônio Botelho- biólogo
Raque Carvalho Gontijo – bolsista de iniciação científica PIBIC / FIOCRUZ
Felipe Dutra Rego – bolsista de iniciação PROBIC / FIOCRUZ
Departamento de Parasitologia do Instituto de Ciências Biológicas da UFMG
Elizabeth de Castro Moreno – pós – doutoranda do Departamento de Parasitologia e pesquisadora em Ciências da Saúde da FUNASA / MG
Maria Norma Melo – professora
Mariângela Carneiro – professora
Renata Rezende Carvalho – bolsista de iniciação PIBIC / UFMG

 

Título: Saberes sociais, habilidades e recursos da comunidade: diagnóstico participativo sobre leishmaniose visceral Projeto fomentado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)

 

Autoras:
Escola de Saúde Pública do Estado de Minas Gerais (ESP-MG)
Rose Ferraz Carmo - pesquisadora coordenadora do projeto
Centro de Pesquisas René Rachou (CPqRR)
Zélia Maria Profeta da Luz – pesquisadora
Universidade Federal de Viçosa (UFV)
Paula Dias Bevilacqua – pesquisadora
Integrantes
Secretaria Municipal de Saúde de Contagem
Nerice Cristina Ventura Costa - gestora de Vigilância em Saúde
José Renato de Rezende Costa – responsável pela gerência do Serviço de Zoonoses
Isabela Farnezi Veloso-  responsável pela gerência do serviço de Epidemiologia
Roberto Campos Amado- responsável pelo serviço de Epidemiologia do Distrito Sede do município

 

PESQUISAS CONCLUÍDAS

 

Título: Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesa: Intervenções de Chi Kung e Tuí – Ná em uma Unidade de Saúde Projeto fomentado pela ESP/MG (em PDF: 51,8KB)

 

Autores: José Marcello Salles Giffoni – Pesquisador Responsável
Marilene Barros de Melo – Referência Técnica
Alessandra Patrícia de Souza Santos – Pesquisadora colaboradora
Andreza Neves de Camargos – Pesquisadora colaboradora
Cassia Regina de Araújo – Pesquisadora colaboradora

 

Objetivo: A pesquisa teve como objetivo geral - analisar e compreender, qualitativa e quantitativamente, as transformações operadas após a introdução de um conjunto de Práticas Corporais da Medicina Tradicional Chinesa: CHI KUNG e o TUI-NÁ como prática terapêutica e, na relação usuário – profissional em uma unidade de atenção básica em Saúde da rede SUS BH na perspectiva do HUMANIZA SUS.

 

Justificativa: A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares - PNPIC ratifica o compromisso do Ministério da Saúde na ampliação do acesso e fortalecimento das ações de promoção da saúde e dos princípios do Sistema Único de Saúde – SUS.

 

Materiais e Métodos: Baseou-se na metodologia de pesquisa-ação de perspectiva qualiquantitativa, a partir dos seguintes instrumentos: Questionário de Condições Crônicas pré-existentes (QCCPE); Grupo Focal; Observação Participante; e entrevista. A amostra dos sujeitos da pesquisa compreendeu um grupo de 80 indivíduos divididos entre servidores e usuários participantes de Grupos Operativos que abordam as Doenças Crônicas (Diabetes e Hipertensão), a Saúde Mental e as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST). Após a transcrição das entrevistas, procedeu-se ao trabalho de descrição (o que foi dito), compreensão (aquilo acerca do que se diz) e explicação (porque foi dito) de cada entrevista; seguido da seleção das categorias e subcategorias de análise.

 

Resultados Alcançados: Constatou-se que a inserção das Práticas Integrativas e Complementares (PIC)ampliou os cuidados terapêuticos na esfera da UBS e favoreceu a integralidade na atenção. Através da investigação conclui-se que a PNPIC representa a conquista de espaço por outras racionalidades além da biomédica viabilizando um modelo de atenção à saúde humanizado, centralizado na integralidade e melhoria da qualidade de vida dos sujeitos e coletividade.

 

Produto: 1 artigo enviado à Periódico Científico e 5 Trabalhos apresentados em Eventos Científicos e 1 aceito em um Congresso Iberoamericano de Pesquisa em Lisboa.

 

Título: Buscando novas evidências na prática Clínica do Técnico em Higiene Dental

 

Autores: Carlos Alberto Tenório Cavalcante (SMSA Belo Horizonte)
Dulce Helena Amaral Gonçalves (SMSA Belo Horizonte)
Eliana Maria de Oliveira Sá (SMSA Belo Horizonte)
Lucas Azevedo de Oliveira (ESPMG)
Marilene Barros de Melo (ESPMG)
Nora Nei Reis Pereira (SMSA Belo Horizonte / ESPMG)
Onofre Ricardo de Almeida Marques (ESPMG)
Rubens de Menezes Santos (SMSA Belo Horizonte)

 

Objetivo: Conhecer as atividades desenvolvidas pelos THD nos Centros de Saúde e a necessidade sentida por eles de temas em que precisavam ser atualizados.

 

Justificativa: O propósito desta pesquisa foi subsidiar a decisão da Coordenação de Saúde Bucal da SMSABH sobre a atuação clínica do THD na rede municipal, tendo como parâmetro o “Protocolo da Atenção Básica em Saúde Bucal”
Resultados Alcançados: Pode-se considerar como um dos primeiro “resultado” um conjunto de documentos relacionados aos serviços de saúde bucal, que não foram construídos no espaço da pesquisa, mas que foram discutidos, analisados e redefinidos à luz da experiência de todo o grupo, tal como artigos que visam discutir os resultados dessa pesquisa.

 

Produto: - 2 artigos publicados:
1- SÁ, Eliana M. Oliveira ; MELO, M. B. ; CAVALCANTE, Carlos Alberto Tenório ; PEREIRA, N. N. R. ; AMARAL, D. H. ; SANTOS, R. M. ; OLIVEIRA, L. A. ; MARQUES, O. R. A. . Avaliação das Atividades Clínicas do Técnico em Saúde Bucal na Rede SUS Belo Horizonte. Boletim da Saúde, v. 24, p. 63-73, 2010.
2- Sá, Eliana M. O. ; MELO, Marilene Barros de ; TENORIO, C. ; OLIVEIRA, Lucas. Azevedo ; NEI, N. ; MARQUES, O. R. A. ; SANTOS, R. M. ; Gonçalves, Dulce H. A. . As atribuições do técnico de saúde bucal: sistematização de práticas. Trabalho, Educação e Saúde (Impresso), v. 8, p. 463-484, 2010.
-  4 trabalhos apresentados em Eventos Científicos.
Título: A Experiência de Implantação do Plano Diretor de Vigilância Sanitária – PDVISA no Município de Sete Lagoas – MG.

 

Autores: Daniella Guimarães de Araújo – Coordenação da Pesquisa-ação
Marilene Barros de Melo – Responsável Técnica em Pesquisa da SUPE/ ESP/MG
Francisco Cecílio Viana – Consultor Pesquisa
Max André dos Santos – Consultor de Planejamento – NESCON/UFMG
Onofre Ricardo de Almeida Marques – Superintendente de Pesquisa – ESP/MG
Alessandra Patrícia de Souza Santos – Pesquisadora colaboradora
Lucas Azevedo de Oliveira – Pesquisador colaborador
Luiz Brant – Pesquisador colaborador

 

Objetivo: Identificar e analisar as implicações da implantação do PDVISA em um contexto municipal, relacionando-as às dimensões técnico-científicas, operacionais e políticas. Entendendo a centralidade que esse plano vem assumindo para as transformações no processo de trabalho da Vigilância Sanitária, é fundamental conhecer os fatores restritivos e/ou propulsores, tanto na dimensão técnico – científicas como operacional e política.

 

Justificativa: A necessidade de se desvendar o momento atual de divulgação e implementação das diretrizes do PDVISA no país; o vazio conceitual sobre modelos de atenção em Vigilância Sanitária que favoreçam sua legitimidade enquanto instituição de promoção e proteção à saúde; o pequeno número de estudos qualitativos sobre o tema; a importância da investigação sobre as formas de condução dos novos processos de trabalho. Bem como, a possibilidade de uma pesquisa – ação em parceria entre a ESP/MG e um município de médio porte próximo a Belo Horizonte a partir do referencial do planejamento estratégico situacional e da pesquisa-ação. Após quatorze meses de investigação, a coleta de dados foi finalizada em novembro de 2008 e contou com a participação de todos os integrantes daquele departamento.
Resultados Alcançados: Como resultados alcançados encontram-se dois artigos intitulados: “Vigilância Sanitária e Pesquisa – ação: a emergência de novas tecnologias no processo de trabalho e em pesquisa” e “A Experiência da implantação do Plano Diretor de Vigilância Sanitária em um contexto local: Fatores Propulsores e Restritivos” tais artigos apresentam e discutem os resultados da pesquisa-ação.

 

Produto: 1 e-book, 1 artigo enviado à Periódico Científico e 4 Trabalhos apresentados em Eventos Científicos

 

Título: O Processo de Trabalho e o Protocolo na Atenção Odontológica

 

Autores: Marilene Barros de Melo – Coordenadora da Pesquisa
Lucas Azevedo de Oliveira – Pesquisador colaborador
Márcia Cristina de Almeida Santos – Assessora de Vigilância e Promoção da Saúde da Polícia Militar de Minas Gerais – Pesquisadora colaboradora
Onofre Ricardo de Almeida Marques – Pesquisador colaborador
Alessandra Patrícia de Souza Santos – Pesquisadora colaboradora

 

Objetivo: Analisar e compreender as imagens, idéias e percepções dos cirurgiões – dentistas de um serviço de saúde quanto à implementação de protocolos clínicos no seu processo de trabalho.

 

Justificativa: Os protocolos clínicos no processo de atenção à saúde tem sido preconizado como um instrumento efetivo na prática dos procedimentos clínicos ou institucionais voltados para o campo da saúde. Este trabalho foi realizado, no sentido de verificar a implicação do protocolo no processo de trabalho da atenção odontológica.

 

Resultados Alcançados: Percebe-se que a instituição do protocolo clínico na atenção odontológica tem impacto muito além da padronização dos procedimentos práticos/clínicos. No âmbito do processo de trabalho como um todo, proporciona maior integralidade das ações de saúde, interdisciplinaridade entre os profissionais, definição de porta de acesso aos serviços, o que ocasiona da ampliação da cobertura e avaliação sistematizada das ações executadas.
Produto: 1º lugar no Prêmio SINOG de Odontologia no ano de 2008- Capítulo de livro: MELO, Marilene Barros de . O processo de trabalho e o protocolo na atenção odontológica. Prêmio SINOG de Odontologia - Trabalhos Premiados 2005 a 2009. 1 ed. São Paulo: SINOG, 2010, v. 1, p. 55-69.

 

Título: As Implicações do Programa de Qualificação e Desenvolvimento do Agente Comunitário de Saúde na perspectiva da Inclusão Social

 

Autores: Marilene Barros de Melo – Coordenadora da Pesquisa e Referencia Técnica
Lucas Azevedo de Oliveira – Pesquisador colaborador
Alessandra Patrícia de Souza Santos – Pesquisadora colaboradora

 

Objetivos: Identificar, analisar e compreender as implicações do programa de qualificação e desenvolvimento profissional para Agentes Comunitários de Saúde, preconizado pelo Ministério da Saúde, como um mecanismo de inclusão social na perspectiva da acessibilidade e mobilidade social no âmbito da comunidade residente na área de abrangência da Unidade Básica de Saúde na qual está vinculado.

 

Justificativa: A necessidade de compreensão dos fenomenos que envolvem a procura pelo programa de qualificação e desenvolvimento profissional para Agentes Comunitários de Saúde, preconizado pelo Ministério da Saúde; as implicações desse na vida social e laboral dos agentes, na comunidade a qual estão inseridos e no processo de trabalho da Unidade Básica de Saúde que trabalham; a sustentação desta pesquisa na atual realidade desse programa com possibilidades de re – orientação da sua prática no âmbito da ESP – MG e o pequeno número de estudos qualitativos sobre o tema, justifica – se a proposta da pesquisa.

 

Resultados Alcançados: Os métodos utilizados foram adequados para a apreensão do conjunto de imagens, percepções e idéias dos Agentes Comunitários de Saúde acerca do seu “universo social”, seus significados e experiências. Concluímos que os resultados encontrados reforçaram a necessidade de ampliar a pesquisa indo além do aspecto da inclusão social, identificando as mudanças na realidade das famílias e Unidade Básica de Saúde relacionadas às atividades do Agente Comunitário de Saúde. Entre elas, as mudanças pertinentes aos indicadores de cobertura como número de internações hospitalares, cobertura de consultas de pré-natal e cobertura vacinal; e, aos indicadores de morbidade e fatores de risco, como taxa de incidência de doenças transmissíveis como dengue, proporção de baixo peso e taxa de prevalência de hipertensão.

 

Produto: 1 artigo: MELO, Marilene Barros de ; BRANT, Luiz Carlos ; OLIVEIRA, Lucas. Azevedo ; SANTOS, A. P. S. . Qualificação de Agentes Comunitários de Saúde: instrumento de inclusão social. Trabalho, Educação e Saúde (Impresso), v. 7, p. 463-477, 2009.
5 Trabalhos apresentados em Eventos Científicos

 

Abaixo, disponibilizados resumos das pesquisas publicadas pela Superintendência de Pesquisa:

 

Técnico de higiene dental (105 kb-em pdf)

 

Vigilância Sanitária (61,8 kb-em pdf)